術, 武芸

BUJUTSU, BUDÔ e BUGEI


Ainda hoje, é comum encontrarmos uma considerável confusão e desinformação sobre o sentido e uso dos termos 武術 Bujutsu, 武道 Budô e 武芸 Bugei, como definição para as artes marciais japonesas, entre os praticantes e aficionados Ocidentais, como também, Japoneses destas artes.

De acordo com as autoridades modernas no Japão sobre o assunto, foram adquiridas as categorias no uso mais convencional, adotado para facilitar as classificações dos vários termos relacionados com treinamento combativo. É importante ressaltar que as dezenas de classificações relacionadas às disciplinas marciais japonesas estão relacionadas às regiões e épocas que se desenvolveram.

Porém, especialmente as três classificações que sugerem as artes marciais ou militares, devem ser categorizadas da seguinte forma:

武術 Bujutsu descreve as várias disciplinas marciais japonesas na sua função original como artes de guerra, disciplinas desenvolvidas para a auto-sobrevivência;

武 Bu (guerreiro, militar) + 術 Jutsu (técnica, arte, habilidade, meios, recursos) = Habilidade Marcial ou militar.

Como o aspecto militar da cultura japonesa quase foi dominado completamente pela figura do guerreiro feudal japonês (o protótipo do homem guerreiro, conhecido como 武士Bushi ou 侍 Samurai), o termo Bujutsu (Wushu em chinês) era e, em grande parte ainda é, empregado para denotar as técnicas, disciplinas e métodos de combate desenvolvidas e praticadas principalmente pelos membros da classe militar. Por implicação semântica, então, o termo Bujutsu identifica as artes marciais ou militares do Japão. Também era usado o termo 武問 Bumon para classificar a classe guerreira ou família de Samurai.

武道 Budô, denota o processo pelo qual o estudo do Bujutsu, se torna um meio para auto-realização;

武 Bu (guerreiro, militar) + 道 Dô (caminho, vereda, via, estudo) = Caminho do guerreiro.

Na restauração 明治 Meiji (1868 – 1912), com o período de paz e extinção das guerras, conseqüentemente dos Samurai, muitas disciplinas oriundas das antigas escolas marciais (古流武術 Koryû Bujutsu) começaram a surgir, modificando-se e adaptando-se a modernidade. Foram chamadas de 現代武道 Gendai Budô (Caminho marcial moderno). As disciplinas, não mais necessitavam da eficácia marcial, perdendo assim a maior parte de sua capacidade de sobrevivência, e seguindo o caminho da auto-realização ou busca espiritual através do caminho Marcial. O Jujutsu virou Judô, Kenjutsu em Kendô, Iaijutsu em Iaidô, Aikijujutu em Aikidô, enfim, o Jutsu em Dô.

Com essa mudança, as disciplinas Dô, acabaram seguindo basicamente dois caminhos: o da busca espiritual seguindo a tradição marcial como um estilo de vida, ou da disciplina esportiva, na busca do aperfeiçoamento técnico e transposição das capacidades físicas e mentais. Infelizmente, esse último caminho está cada vez mais afastado do real significado do Budô.

武芸 Bugei é um termo genérico para as tradicionais ciências militares japonês, abrangendo Bujutsu e Budô;

武 Bu (guerreiro, militar) + 芸 Gei (arte, técnica, realização, desempenho) = Arte Marcial ou arte militar.

Enquanto o termo Bujutsu está relacionado à natureza técnica e funcionalidade estratégica destas artes, como um instrumental ou modo para alcançar os seus propósitos, o termo Bugei é usado de forma mais genérico e inclusive, para as formas tecnicamente especializadas de Bujutsu como também suas várias sub-especializações. O Bugei é então, uma classificação para as artes marciais em seu contexto técnico (mantendo a eficácia marcial) e a busca do refinamento espiritual e mental.