玉虎流

GYOKKO RYÛ

(Escola do Tigre valioso)


Gyoku/Tama = Jóia, bola, esfera, pérola

Ko/Tora = Tigre

Ryû = Estilo de, método de, escola, fluxo, corrente

A junção de Gyoku + Ko por regra gramatical japonesa (連濁 Rendaku) é lida como Gyokko. Regra essa que se deve retirar a última letra (vogal) da primeira palavra e duplicar a primeira letra (consoante) da segunda palavra.

No Japão, o Tigre simboliza invencibilidade, poder. É um símbolo particularmente popular no Japão simbolizando também paixão, ferocidade, sensualidade, velocidade e beleza. O animal também é conhecido por sua crueldade e ira. De acordo com a tradição japonesa quando se vê um tigre no sonho, denota a vinda de um novo poder no seu caminho.

O símbolo do tigre foi usado para muitos propósitos diferentes na tradição japonesa. Por exemplo, como um símbolo para repelir o mal ou também  representando as qualidades destrutivas do mal. Além disso, é determinado como um presente para os recém casados, como também, para crianças que alcançam a idade de puberdade.

É acreditado que as pessoas nascidas no ano do tigre são emotivas, sensíveis e amorosas. Ao mesmo tempo são consideradas teimosas e mesmo centradas.

Com isso, podemos interpretar o nome da escola Gyokko de várias maneiras:

O Tigre valioso, Tigre de pérola, Tigre adornado com jóias (representando seu valor), Jóia do Tigre ou Esfera do Tigre (representando seus olhos).

 

虎倒流

KOTÔ RYÛ

(Escola que derrota o Tigre)


Ko/Tora = Tigre

To/Taosu = Subverter, queda, colapso, derrubar,

Ryû/Ru = Estilo de, método de, escola, fluxo, corrente

O acento circunflexo sobre as vogais está representando o som tônico fechado da mesma. Por exemplo: Ryû é lido Ryuu ou Kotô como Kotou.

O nome da escola Kotô pode se interpretado como: “Escola que derrota o tigre”.

 

戸隠

TOGAKURE RYÛ

(A Escola escondida na porta)


To /Ko = Porta estilo japonesa

Kaku.shi/In, On = Escondido, coberto, oculto

Ryû/Ru = Estilo de, método de, escola, fluxo, corrente

O termo “escondido na porta” de Togakure poderia ser interpretado como o ato de espionar, porém, o nome tem referência ao local em que foi desenvolvida a tradição. O fundador da escola também usou o nome do vilarejo Togakure, hoje conhecido como Togakushi.

 

神伝不動流

SHINDEN FUDÔ RYÛ

(A escola da inamovível tradição divina)


Shin, Jin/Kami = Deus, mente, alma

Den/Tsute = transmissão, informação, comunicação, lenda, tradição,

Fu = negação, não-

Dô/Ugo.ku = movimento, mudança, mexer, tremor

Ryû/Ru = Estilo de, método de, escola, fluxo, corrente

Este termo inamovível está relacionado à capacidade do guerreiro em manter seu corpo, espírito e mente inabalável.

 

一伝流

ASAYAMA ICHIDEN RYÛ

(Escola da tradição da montanha rasa)


Asa.i = Rasa, superficial, frívolo

Yama = Montanha

Ichi = Um, uma

Den/Tsute = transmissão, informação, comunicação, lenda, tradição,

Ryû = Estilo de, método de, escola, fluxo, corrente

Nesse caso, a escola leva o nome do fundador 朝山三五郎一傳斎 Asayama Sangoro Ichidensai.

 

高木揚心流

TAKAGI YÔSHIN RYÛ

(Escola do coração nobre e da grande árvore)


Taka = Alto

Ki/Moku = Árvore

Yô = Claro, limpo, polido, nobre

Shin = Coração, espírito, mente

Ryû = Estilo, escola, fluxo

Nesse, caso a escola leva o nome do fundador 高木折右衛門重信 Takagi Oriuemon Shigenobu.

 

九鬼神伝

KUKISHINDEN RYÛ

(Escola da tradição divina dos nove demônios)


Ku, Kyû = Nove

Ki/Oni = Demônio, fantasma

Shin, Jin/Kami = Deus, mente, alma

Den/Tsute = transmissão, informação, comunicação, lenda, tradição,

Ryû = Estilo, escola, fluxo

Como é relatado na história da tradição, o nome Kuki foi dado ao fundador  da escola pelo imperador Godaigo. O 鬼 " Ki" pode ser pronunciado "demônio" se o caractere chinês for pronunciado do modo japonês, porém também pode ter o significado de espírito demoníaco ou Onigami, ao invés de "Oni" (demônio). "Kuki" é então de fato "Kugami”. Mas, foi usualmente pronunciado Kuki desde o período de Edo.