heian suwari

座り方

SUWARIHÔ

 

O habito de sentar no chão é visto em várias culturas do mundo, contudo, no Japão sentar-se no chão é mais que um costume muito antigo. Embora hoje em dia no Japão seja cada vez mais comum as pessoas sentarem em cadeiras, ao invés do chão ou 畳 Tatami, ainda são celebradas refeições tradicionalmente sobre o Tatami ao redor de uma mesa baixa, durante a cerimônia de chá, práticas marciais e outros eventos tradicionais. O estilo de vida ocidental moderno de sentar em cadeiras que radicalmente foi introduzido no Período 明治 Meiji ficou penetrante e essa ocidentalização aparente no Japão é cada vez mais popular para geração jovem na atualidade.

Mas, mesmo com a influência ocidental e a globalização, a formalidade é um fator inerente ao povo japonês, e a arte de sentar não escapou de se tornar um Kata (forma).

Existem dois caracteres chineses para representar o ato de sentar: o mais novo e geralmente usado pelos japoneses é Za (座るSuwaru) que significa sentar e o mais antigo e original apresentado pelo caractere 坐 Za, Sa, Suwa.ru, Owasu, Sozoroni e Mashimasu. Em uso rígido, o Kanji 坐 significa a ação de sentar e o Kanji é o lugar sentando. Quando separamos os radicais deste Kanji mais velho , encontramos três partes como Nin (pessoa) + Nin +土 Tsuchi (terra) e que pode denotar duas pessoas que sentam cara a cara no chão.

Na China antiga o caractere 坐 teve o significado original como sentando no chão, mas assim como no Japão, a China também foi influenciada pelos estrangeiros e chegou a ter depois o significado de duas pessoas que sentam em um banco.

Conforme historiadores e pistas deixadas em documentos como os diários de aristocratas e monges, 巻物 Makimono (papiros), quadros, 埴輪Haniwa (figuras antigas de barro), imagens budistas em particular, do Período 平安 Heian (794 - 1185) até o Período 鎌倉Kamakura (1185 - 1333), ilustram concretamente as situações da vida das pessoas desses dias. As classes administrativas e as pessoas comuns pareciam viver em conforto independentemente sem costumes formais até o século XII. Aristocratas e Samurai sentaram naturalmente em 胡座(あぐら) Agura (posição sentada com as pernas cruzadas), 安座 Anza ou 立て膝 Tatehiza. E apesar de ocuparem casas com elevação, não tiveram um desprezo pela terra e o chão natural era considerado um ambiente bom. Para as pessoas comuns, que geralmente habitavam pequenas habitações, a intimidade com a terra que aderia às roupas e as solas do pé não foi considerada negativo, e caminhar descalço sobre a terra e chão pareciam ser mais íntimo. Outra forma bem comum, quando a pessoa não podia sentar no chão em um dia chuvoso, era a agachada para descansar temporariamente em posição de cócoras, essa forma de agachar ficou recentemente conhecida como ヤンキー座りYanki Suwari (sentar como Yankke) e うんこ座り Unko Suwari (sentar para defecar).

Quando se fala sobre sentar na cultura Japonesa, o 座 Seiza é a forma mais representativa, mas, na verdade o termo, assim como a postura, somente foi popularmente usado depois do Período Meiji. Antigamente os japoneses sentaram diretamente no chão para relaxar e desfrutar o calor da terra em posturas como 胡座 Agura ou 跪座 Kiza ou 跪居 Kikyo (sobre os calcanhares), até mesmo quando trabalhavam. Provavelmente, o Seiza e principalmente o Kiza, foram formas comumente usadas por vassalos de prontidão a serviço de seus senhores.   As circunstâncias sociais, os estilos dos vestuários e a arquitetura dos lugares onde eles sentaram influenciaram nos seus modos de sentar.

Kitano
北野天神縁起 Kitano Tenjin Engi - 1194

Kasuga Gongen Genki

春日権現験記絵Kasuga Gongen Genki E - 1309

Nenjûchûgyô

年中行事絵巻 Nenjûchûgyô Emaki (Eventos anuais - Heian)

Taiheiki

太平記絵巻 Taiheiki Emaki (Século XIV)

 

A pesar do 座 Seiza ter se tornado uma pose representativa e essencial para várias disciplinas artísticas e religiosas, como a cerimônia de chá, artes marciais e o Zazen, no Japão, a palavra Seiza ainda não tinha sido publicada no primeiro 言海 Genkai (dicionário) japonês moderno no ano 22 da Era Meiji (1889). Na primeira metade do Período Meiji, o sentar no estilo Seiza já era popular, mas não teve o nome Seiza, foi chamado 端座 Tanza ou sentar original. 

É sabido que a propagação do sentar em Seiza foi desencadeada com o desenvolvimento do 茶の湯 Chanoyu (cerimônia do chá). Sentar em Seiza se tornou uma exigência na cerimônia do chá para garantir o significado religioso da seita 禅 Zen. A postura para a cerimônia do chá, no inicio, era Agura e beber chá era para aliviar o esgotamento e dispersar a sonolência no treinamento do Zen. Inicialmente, a prática não era tão severa, mas a cerimônia do chá como uma prática ascética do Zen desenvolvida em uma religião rígida adotou o Seiza, tornando mais austero.

No Período 江戸 Edo (1603 - 1868), com o 徳川幕府 Tokugawa Bakufu (Shogunato Tokugawa) o Japãose tornou um sociedade mais estável, com muitas regras e foram respeitadas as formalidades, o Seiza então foi particularmente considerado formal até mesmo como uma maneira importante na vida cívica em algumas cidades. Porém, na zona rural do Japão, várias outras maneiras de sentar no chão foram usadas e sobreviveram até hoje.  O Seiza parecia ser muito efetivo para manter as novas instituições sociais estabelecidas. No começo do Período Meiji, o recente governo estabeleceu muitos sistemas políticos modelados nos modernos e poderosos países ocidentais. Por outro lado, o governo atrelou a importância de educação para criar uma identidade nacional do Japão moderno. Nas escolas, o esclarecimento sobre a forma de sentar foi amplamente divulgada, e esta postura foi nomeada Seiza (postura sentada correta) pela primeira vez.

Para estabelecer uma identidade para nação do Japão, o governo da época utilizou politicamente o Seiza, uma postura que parecia antinatural e curiosa aos visitantes estrangeiros, enfatizando a individualidade do Japão, ela foi adotada intencionalmente. O governo chegou a esconder a existência de outras posturas sentadas, que permaneciam usadas nas zonas rurais, dos estrangeiros e mesmo dos japoneses nas áreas em crescimento.

 

Igualmente nas artes marciais modernas ou Gendai Budô, a forma de sentar Seiza foi adotada em sua totalidade e nas Koryû (antigas tradições) sobreviventes, o Seiza também se manteve, no entanto, como essa forma de sentar não foi na realidade a maneira mais popular entre os guerreiros antigos, o Seiza permaneceu como uma maneira de etiqueta, mas pouco adotada nas formas técnicas. Nos muitos sistemas de tradições antigas as seções formais de Kata, na qual os métodos são sentados, como Suwari Gata, Idori No Kata ou Idori No Kurai, as formas de sentar para aplicação desses Kata são na maioria outras posturas, como 跪座 Kiza, 不動坐 Fudôza, 安座 Anza, e 居合腰 Aigoshi ou 立て膝Tatehiza.

Suwarihou

 

 

Para melhor entendermos como funcionam as posturas sentadas nas artes marciais, devemos observar fatores como o objetivo e mobilidade, e podemos classifica-las em três tipos: sentado para descansar, sentado para levantar (prontidão) e agachado. Importante ressaltar que as formas de sentar aqui descritas são as mais comuns e algumas não são posturas clássicas, mas que devem ser adaptadas por serem de uso corriqueiro no cotidiano.

As posturas para descansar são aquelas na qual a região pélvica é apoiada diretamente no solo, sentimento comum na forma ocidental de sentar sobre um banco, cadeira ou sofá. Quando estamos sentados nessa forma, em posturas como: 胡座 Agura, Rakuza, 長座 Chôza ou 体育座り Taiiku Suwari, entendemos que seu objetivo é de descansar e relaxar o corpo e sua mobilidade tem limitações, pois as pernas estão posicionadas de forma que levantar ou mesmo saltar, não é tão favorável ou mesmo impossível. Essas são posturas consideradas naturais e que são usadas no cotidiano das pessoas de todo o mundo.

As posturas de sentar para levantar ou prontidão são aquelas que estamos sentados diretamente sobre uma ou ambas as pernas. Posturas como: 座 Seiza, 跪座 Kiza, 安座 Anza, 建膝 Tatehiza fica entendido como uma postura de descanso, mas com um sentimento de prontidão, já que estamos sobre as pernas, indicando que podemos levantar ou mesmo saltar rapidamente para uma situação de ataque ou defesa. Certamente essas formas demonstram aparência de postura para descanso, no entanto, ficar sentado sobre as pernas durante muito tempo, pode calçar incomodo e dificuldades para agir com velocidade após um tempo prolongado sobre ela. Lembrando que não são posturas naturais e sim formas estabelecidas com objetivos distintos.

Já as posturas agachadas, aqui serão classificadas assim para diferenciar as posturas que abaixamos, mas que a pélvis não apoia sobre o solo nem nas pernas. Nesse caso temos: うんこ座りUnko Suwari, 蹲踞 Sonkyo,  片膝立て Kata Hiza Tate. Essas podem ser aplicadas com o objetivo de baixar ou descansar brevemente, sua mobilidade e relativamente ampla e seu retorno a uma postura de pé se torna mais rápido.